Pesquisar este blog

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Knowhow

Knowhow é mais que saber fazer
É sentir o que se faz.

Não sai poesia senão da dor real
não há dor sem paz
nem paz sem bem-querer
(não... paz só há sem bem-querer)

Knowhow e vitrine não se bicam
Há que se passar de gente
a serpente
Acontece, mas não é sempre
Que lhe consente
esconder o nu abismo que eu vejo
entre a palavra e o sentimento

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião me interessa. Comente!