Pesquisar este blog

terça-feira, 1 de abril de 2008

Somos eu

Certa vez, um homem veio bater à porta de seu amigo.
Seu amigo disse: Quem és tu, ó homem fiel?
Ele disse: Sou eu.
O outro respondeu: Não podes entrar,
Não há lugar para o ‘cru’ em meu bem cozido banquete.
O pobre homem se foi, e por um ano inteiro
Viajou ardendo de dor pela ausência do amigo.
Seu coração ardeu até que cozinhou;
Então ele voltou e bateu à porta da casa de seu amigo.
Seu amigo gritou: Quem está à minha porta?
Ele respondeu: És tu que estás à porta, ó Amado!
O amigo disse: Já que sou eu, que eu entre;
Não há lugar para dois ‘eus’ em uma só casa.

Jalaluddin Rumi,
MASNAVI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião me interessa. Comente!