Pesquisar este blog

sábado, 7 de fevereiro de 2009

De novo, não

Se um dia ou uma noite, um demônio se esgueirasse até você e, penetrando na sua mais solitária solidão, lhe dissesse: "Esta vida, da maneira como você vive agora e já viveu antes, você terá que vivê-la mais uma vez e outras inumeráveis vezes; e não haverá nada de novo nela, mas cada tormento e cada alegria e cada pensamento ou suspiro e cada coisa imensuravelmente pequena ou grande em sua vida, deverá retornar a você — tudo na mesma sucessão e seqüência..." Como não atirar-se ao chão, rangendo os dentes e amaldiçoando o demônio que assim lhe falou?
Nietzsche

2 comentários:

  1. por isso a cabeça tem que estar sempre vazia, assim cabe mais ao invés de 'entupir' hehe

    beijos (deise)

    ResponderExcluir
  2. faz tempo que não passo por aqui. e ao que parece você também não.

    espero que estejas bem e não "rangendo os dentes" para amaldiçoar algum demônio que tenha te falado algo, supostamente.

    =)

    ResponderExcluir

Sua opinião me interessa. Comente!